Aguardente Bagaceira
Aguardente Bagaceira preparada para engarrafar
O nosso "toque" final
No processo de produção e transformação de aguardentes bagaceiras, os nossos clientes poderão definir o grau desejado (entre 37.5% a 52%) e a Destilaria Levira desenvolverá a solução com base na sua preferência.
No passado, o consumo de aguardente bagaceira registava um grau típico de produção, em cerca de 52% e, por isso, um estado sempre cristalino e que dispensava, nessa época, o rebaixamento do grau alcoólico. Mais recentemente, o teor alcoólico das bebidas sofreu alterações significativas passando a ser prática e preferência comum o engarrafamento com teores alcoólicos inferiores aos de produção, o que veio implicar a introdução de água na bebida.

A genuinidade de uma aguardente bagaceira pode ser aferida durante o processo de adição de água com a verificação da turvação, gerada pela precipitação dos ácidos gordos existentes nas graínhas da Uva. No processo de produção e transformação de aguardentes bagaceiras, os nossos clientes e parceiros poderão definir o grau desejado (entre 37.5% a 52%) e a Destilaria Levira desenvolverá a solução com base na sua preferência.

Este processo parte, em todos os casos, da base de uma aguardente genuína, que é submetida aos processos de estabilização e filtração a frio e se mantém sempre cristalina, no grau pretendido e a baixas temperaturas, pois a aguardente bagaceira é uma bebida que pode ser consumida "gelada" e a estabilização é o único processo que garante o seu aspecto agradável e cristalino.